Controle de estoque para supermercados: 6 dicas indispensáveis

como-fazer-controle-de-estoque-X-dicas-indispensaveis-para-supermercados

Um estoque organizado é um grande aliado da gestão do supermercado. Afinal, visualizar os produtos e sua demanda contribui para os processos internos, a saúde financeira e o atendimento ao cliente. Por isso, veja 6 dicas para fazer um controle de estoque para supermercados eficiente!

 

Registre o fluxo de mercadorias e faça inventários

Você sabe exatamente o que entra e o que sai de seu supermercado? O registro do fluxo é uma das medidas mais eficientes do controle de estoque para supermercados. Também é uma informação valiosa para estratégias de marketing

 

Se você possui um sistema para registrar as movimentações, ótimo. Isso confere produtividade aos profissionais e diminui as chances de erros.

 

Além do registro, para diminuir ainda mais as chances de falha, os inventários também são importantes. Com esse processo de catalogação, o gestor do supermercado garante que tudo está sendo registrado corretamente. E isso possibilita correções a tempo. Mas não se esqueça de que é preciso definir uma frequência e um padrão para realizar o inventário.

 

Adote a metodologia da Curva ABC

A Curva ABC é uma metodologia que categoriza seus produtos conforme a importância que eles têm para seu negócio. São três categorias:

 

  • Produtos A: representam 20% do estoque, mas respondem por 80% do faturamento.
  • Produtos B: representam 30% do estoque, mas respondem por 15% do faturamento.
  • Produtos C: representam 50% do estoque, mas respondem por 5% do faturamento. 

 

A partir dessa análise, o gestor saberá os produtos essenciais para o estoque. Para estes, é importante ter mais de uma opção de fornecedor.

 

Baseie-se em dados para fazer o controle de estoque para supermercados

Qualquer decisão sobre o controle de estoque para supermercados deve ter fundamento em dados. O que vale ser armazenado? O que é mais vendido? Qual produto cai bastante em determinada época do ano? 

 

As respostas a essas perguntas estão nas informações coletadas pelos sistemas do seu negócio. Elas evitam o estoque cheio ou vazio demais. Os dados também podem ser encontrados por meio de pesquisas com o público-alvo.

 

Atente-se aos prazos de validade

Você trabalha com produtos perecíveis? Saiba que é preciso ter atenção extra ao armazenamento e ao tempo de permanência no estoque. Ficar de olho nos prazos de validade desses itens evita perdas financeiras relevantes.

 

Por isso, quando for registrar entradas e saídas e fazer o inventário, acrescente as datas de validade dos produtos. Se a data estiver próxima, invista em promoções para alavancar as vendas, sem se esquecer de informar o consumidor sobre o fato.

 

Tenha um estoque emergencial e um estoque mínimo

Já pensou se, em pleno Dia das Mães, seu supermercado fica com o estoque baixo e falta algum produto essencial? Mesmo com alguma organização, imprevistos acontecem. Para os gestores que querem se prevenir de situações como essa, existe uma saída: ter um estoque emergencial para um aumento repentino.

 

Outra boa prática de controle de estoque para supermercados é ter um estoque mínimo. Assim, seu negócio mantém os níveis de produtos dentro de um limite que não traz prejuízo.

 

Existe uma demanda semanal por 200 unidades de suco de uva? Estabeleça um estoque mínimo (200 unidades, por exemplo) capaz de garantir que seu supermercado tenha aquele produto até que mais itens sejam entregues. Isso é importante para se prevenir do aumento da demanda ou de atrasos do fornecedor.

 

Tenha parceiros confiáveis

Na hora de organizar as compras para fazer um bom controle de estoque para supermercados, é fundamental ter parceiros confiáveis. Uma boa relação com os fornecedores é importante para evitar atrasos na entrega. Também evita o aumento considerável de preços e outras práticas comuns nessa relação.

 

Até mesmo por isso, muitos supermercados possuem dois ou três fornecedores para seus produtos. Essa é uma prática interessante, especialmente se eles são complementares. Mas o ponto central é contar com o auxílio de uma distribuidora eficiente, que trabalha com as melhores marcas do mercado.

 

Dessa forma, diante de algum problema, você pode recorrer ao parceiro para atender à sua demanda.

 

O controle de estoque para supermercados é uma prática fundamental para os resultados do negócio. Com essas breves dicas, o gestor consegue organizar seus processos internos e contribuir para a saúde financeira.

Como apontamos, ter uma distribuidora parceira é essencial. Conheça a Fennix Distribuidora!

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp